sexta-feira, 17 de outubro de 2014

CONCURSO LITERÁRIO "OUTONO VIVO"




O tema do Outono Vivo será “Baluarte das Liberdades”, focaremos a programação no liberalismo e na forma como as artes personificam e são um caminho para a liberdade.
Modo Literário: Texto narrativo (em prosa) 
 
REGULAMENTO
DISPOSIÇÕES GERAIS
Objetivos
a. Criar e/ou consolidar hábitos de escrita;
b. Promover a escrita criativa/estimular a expressão literária;
c. Divulgar novos autores e aspetos relativos à cultura literária
d. Valorizar a Cultura.

A entidade promotora é a Praia Cultural - Cooperativa de Interesse Público e de Responsabilidade Limitada
Mote e enquadramento

Para o Grupo A: “Uma criança, um professor, uma caneta e um livro podem mudar o mundo.”, de Malala Yousafzai
Malala Yousafzai, a jovem afegã que, com 16 anos em 2012, foi baleada por talibãs e ameaçada de morte, por defender o direito à educação para meninas no Paquistão, e que recebeu posteriormente o prémio Sakharov para a Liberdade de Pensamento, concedido pelo Parlamento Europeu. Jovem adolescente reconhecida internacionalmente, “demonstrou mais coragem que certos adultos”, como defende Martin Schulz.

Para o grupo B: “Bem nasce em todos os climas a semente da liberdade”, de Almeida Garrett.
Com base no tema “Baluarte das Liberdades”, escolhido como tema para o Outono Vivo de 2014, nada melhor do que fazer referência a um dos maiores autores portugueses, Almeida Garrett, não só pela sua qualidade literária e pelas obras de vulto que legou a Portugal, como também devido à sua participação nas revoltas liberais de 1832, justamente a partir da Ilha Terceira.
Almeida Garrett é, sem dúvida, um dos poucos artistas portugueses que conseguiu conciliar a sua vertente artística com a defesa da liberdade.

Este concurso destina-se a promover e a consolidar hábitos de escrita criativa.

O concurso destina-se a todos os indivíduos, a partir dos catorze anos, que se sintam capazes de desenvolver, em prosa, o ato de escrita, tendo por base a temática proposta. 

Os trabalhos dos participantes serão agrupados em dois grupos:
Grupo A: dos catorze aos dezassete anos; 
Grupo B: a partir dos dezoito anos.

Os participantes assumem o compromisso de conhecer e cumprir este regulamento e de respeitar as decisões explicitamente tomadas pela organização do Concurso.
a. Grupo A
i. 150,00€, acrescidos de 100,00€ em compras na feira;
ii. 100,00€, acrescidos de 100,00€ em compras na feira;
iii. 100,00€ em compras na feira;
Aos prémios do Grupo A acresce isenção anual [até ao próximo Outono Vivo] para as sessões de cinema do Auditório do Ramo Grande, e nas formações da Academia da Juventude e das Artes da Ilha Terceira.

b. Grupo B
i. 300,00€, acrescidos de 300€ em compras na feira;
ii. 150,00€, acrescidos de 300€ em compras na feira;
iii. 200€ em compras na feira;


DISPOSIÇÕES ESPECÍFICAS
Os trabalhos devem dar entrada até às 17h00 de dia 31 de outubro na Academia da Juventude e das Artes;
O anúncio dos vencedores decorrerá a 8 de novembro, sábado, pelas 20h30 com leitura e exposição dos trabalhos vencedores, assim como a entrega dos respetivos prémios;
Os trabalhos deverão ser enviados ou entregues em envelope fechado, com indicação do concurso e inscrição do pseudónimo no espaço destinado ao remetente.
A Praia Cultural – Cooperativa de Interesse Público e de Responsabilidade Limitada reserva-se o direito de adiar ou anular o presente concurso em caso de envio de poucos trabalhos ou em caso de envio de trabalhos sem qualidade.

Os trabalhos entregues em mão serão numerados por ordem de entrega, na presença do concorrente.
As propostas enviadas por correio serão encaminhadas internamente para o sector, sendo-lhes atribuído o número de entrada correspondente.

Cada candidato só pode apresentar um trabalho.
As imposições técnicas são as seguintes:
a) O texto deverá ter até 2 páginas A4 com espaço e meio entre linhas, com tipo de letra Times New Roman, tamanho 12;
b) Os textos deverão ser entregues num sobrescrito contendo no interior 2 envelopes: um com o texto original (em papel) com 5 cópias; outro com as indicações pessoais dos candidatos (nome, morada, profissão, número de telefone e data de nascimento) numa folha de papel. Deve constar em todos os envelopes, no exterior, o pseudónimo com que se assinou o texto e o grupo em que se inclui o participante (Grupo A ou Grupo B);
c) Das folhas do trabalho, não pode constar qualquer indicação sobre o concorrente, sob pena de este vir a ser excluído.
Preparação para a apreciação dos trabalhos
Os textos a avaliar não podem conter indicações pessoais do concorrente. Cinco dias úteis após o termo do prazo de entrega, proceder-se-á à abertura de todos os envelopes, sendo colocado o número atribuído no ato de entrega, no respetivo trabalho e cópias.
Os envelopes com a identificação do concorrente serão guardados em instalações de uso exclusivo do secretariado do concurso.

Os critérios de apreciação serão os seguintes:
a) Criatividade / inovação;
b) Qualidade literária; c) Organização; d) Coerência e coesão do texto.

Os trabalhos serão avaliados por um Júri de 3 elementos, presidido pelo docente Paulo Noval Frederico e composto pelos docentes Clarinda Barreira e António Antunes, que, de acordo com os critérios previamente definidos, decidirá quais os textos premiados e da sua decisão não haverá recurso.
Caberá ao Júri decidir sobre os casos omissos neste Regulamento. Caso os trabalhos não apresentem qualidade, o Júri reserva-se o direito de não atribuir prémios.
Os membros do Júri não terão acesso aos dados pessoais, cabendo ao secretariado do concurso zelar pela manutenção do sigilo durante todo o processo de apreciação e avaliação dos trabalhos.
DIREITOS INTELECTUAIS / DIREITOS DE AUTOR Só poderão ser submetidos a concurso textos inéditos, pelo que qualquer indício de plágio será punível com a desqualificação do texto. Os concorrentes não premiados, interessados em reaver os seus trabalhos, poderão proceder ao seu levantamento, mediante requisição por escrito e apresentação do BI, nos dois meses seguintes à publicação da decisão do júri. Findo este prazo, sem que o tenham feito, poderão os textos ser eliminados.
DIREITOS DE UTILIZAÇÃO Os autores autorizam a divulgação e utilização, de forma gratuita, dos textos em toda e qualquer atividade promovida pela Praia Cultural – Cooperativa e Interesse Público e de Responsabilidade Limitada

Enviar um comentário